Como não deixar sua ansiedade te atrapalhar durante a prova

Como não deixar sua ansiedade te atrapalhar durante a prova

Quem está estudando para concursos quer dominar cada detalhe da prova, mas mesmo assim há uma coisa que parece fugir do nosso controle: a nossa própria ansiedade!

Fazer uma excelente prova, sem dúvida, é resultado de um conjunto de fatores:

  • Ter conseguido tempo, energia e concentração para estudar;
  • Ter estudado todas as matérias de forma consistente;
  • Lembrar do que foi estudado e
  • Estar bem de saúde (física e mental) durante a prova.

Muitas vezes você diz lá no seu subconsciente que “esta é sua última chance”, “é agora ou nunca”, “se você não passar desta vez tudo vai ficar mais difícil” ou que “se você não passar desta vez, sabe se lá quando vai abrir outro concurso para esta instituição”, etc. Esta pressão que você coloca em si próprio, mesmo que você não perceba, acaba por ter um efeito contrário.

Não sei se você já passou por isso, mas sabe aquela música chata que você tenta a todo custo tirar da cabeça? Quanto mais você tenta, parece que mais ela entranha…

A mesma coisa acontece com o medo! O medo de não passar na prova de concurso (talvez o medo de não passar mais uma vez) faz com que ele te persiga ainda mais. O pior é que isso gera ansiedade e nos deixa inevitavelmente nervosos e num estado de tensão durante a prova, comprometendo nosso bem estar mental.

E mais: pode ser que esta tensão seja tão intensa que até interfira na nossa saúde física, pois não são raros os casos de estudantes que ficam com dor de barriga, dor de cabeça, entre outros problemas, durante a prova.

Para parar com este ciclo vicioso de medo, ansiedade e insegurança quanto ao futuro, devemos encarar o medo em tom de análise.

Elenquei abaixo algumas perguntas para ajudar você a refletir sobre a sua situação. Fiz algumas conjecturas sobre as perguntas, mas o interessante é que você mesmo tente respondê-las pois isso fará com que você encare seu medo de frente e o ajudará a ver que ele não é este monstro tão grande que você imaginava.

1)Por quê não ser aprovado me causa tanto medo e insegurança?

Talvez você esteja ansioso por trabalhar num emprego público porque não aguenta seu trabalho atual, sua rotina, seu chefe, o desgaste, a falta de reconhecimento, o salário baixo, etc. Talvez você esteja ansioso devido ao sonho que se instaurou na sua mente de tudo o que você poderá conquistar através deste emprego: mais qualidade de vida, mais tempo, morar em casa própria, poder se mudar para perto do trabalho, ajudar sua família, etc.

Mas reflita comigo o seguinte: por mais que a sua realidade hoje seja dura e que você queira passar a todo custo – o que eu acho extremamente louvável – qual é o máximo que pode te acontecer? Você continuar no seu emprego atual, na sua situação atual? Bem, esta situação você já suporta, o máximo seria que você teria que suportá-la mais um pouco, até passar num outro concurso.

2)Quais os outros concursos na minha área de formação posso fazer?

Talvez você esteja se fixando em apenas um concurso, o melhor de sua área. E se você tentasse outros concursos, com salários um pouco menores? Você conseguiria elencar todos os concursos que você poderia fazer além deste que você sonha em passar?

Isto é, assim você estuda para o seu concurso-objetivo, mas toma uma atitude de não se preocupar se não passar nele porque existem outros também muito bons. Talvez você tenha que ir pulando degraus até chegar no seu concurso fim. Muitas pessoas fazem isso: passam em concursos menores e continuam se preparando até alcançar aquele dos sonhos.

3)Eu realmente me sinto preparado para fazer uma ótima prova e ser aprovado?

Uma das coisas que também dá uma sensação de segurança e tranquilidade é realmente saber que você se preparou da melhor forma possível! Que você estudou tudo o que mais tem caído nas últimas provas, que conseguiu resolver provas anteriores e acertar uma quantidade de questões suficientes para passar, que está afiado nas matérias. Se você sabe que deu o seu melhor, certamente este é o seu motivo que pode dar a si mesmo para ficar tranquilo.

Em contrapartida, se você sabe que não se preparou como deveria, você deve estar no limbo! Você deve estar na torcida: “Tomara que caia tudo o que estudei e que consigo lembrar!”, “Tomara que a prova seja fácil para mim (por algum milagre da natureza) e difícil para os outros candidatos.” Ou seja, são pensamentos de muita expectativa e pouca convicção.

Nestes casos, em que você sabe que não está suficientemente preparado, apenas pense o seguinte: “se der para passar, deu; mas se não der, irei me preparar melhor da próxima vez e terei esta experiência ao meu favor!” Certamente, mesmo não estando preparado, seu espírito vai ficar mais leve e tranquilo se você encarar esta situação de uma forma bem realista, e talvez você seja capaz de fazer uma boa prova.

Lembre-se que todas estas perguntas são apenas para a sua reflexão! É claro que eu, você, sua família, enfim, todos nós queremos que você passe já no concurso! Esta reflexão pode parecer um pouco polêmica, mas na verdade ela é realista. Ela faz com que você desarme seu próprio medo e saia do mundo idealizado de sua própria imaginação para as possibilidades de sua realidade.

Fazendo esta reflexão você irá para a prova com uma sensação maior de controle, afinal você encarou a realidade de frente e já mapeou todas as suas possibilidades para o futuro.

Ebook: As 8 atitudes vencedoras de concurseiros aprovados!

Coloque seu email abaixo para receber gratuitamente o Ebook

Receber Ebook

Sobre o autor
Francis Lima

Uma pessoa que energiza-se através do desenvolvimento pessoal e inspira-se através de histórias de superação. Após passar em 3 concursos, decidiu fazer a diferença na vida de outras pessoas ensinando - por meio da capacitação Segredos dos Aprovados - a metodologia de estudos que desenvolveu para ser aprovada e nomeada.